Polícia

Primeira morte do ano em Salvador foi de fisioterapeuta atingida por bala perdida em laje de casa

Disparo surgiu de criminosos que atiraram para cima em comemoração à virada do ano

Primeira morte do ano em Salvador foi de fisioterapeuta atingida por bala perdida em laje de casa
Foto: Reprodução/Redes Sociais/Google Street View

Uma fisioterapeuta de 37 anos morreu após ser atingida por uma bala perdida durante a queima de fogos do Réveillon, no sábado (1º). O caso aconteceu no bairro de Alto de Coutos, no Subúrbio de Salvador.

Valéria Maria Cardoso dos Santos Teles estava em casa, na Rua Muniz Travessos, confraternizando com os familiares na laje de casa. Ela foi atingida no momento em que estava prestes a pegar taças para brindar o Ano Novo. A situação aconteceu diante da filha da vítima, de oito anos.

Familiares inicialmente pensaram que a fisioterapeuta havia passado mal e desmaiado, contudo, ao chegar no Hospital do Subúrbio, o médico descobriu que havia uma bala alojada na cabeça da mulher. Ela morreu por volta das 3h.

De acordo com o boletim da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a morte de Valéria foi o primeiro homicídio do ano em Salvador e da Região Metropolitana (RMS). No mesmo dia, uma jovem de 17 anos foi assassinada em Vera Cruz, em Itaparica, e um rapaz de 21 anos foi morto na RMS.

De acordo com a Polícia Militar, guarnições da 18ª Companhia Independente foram acionadas para atender a ocorrência e, no local, foram informados que a vítima havia sido levada para o hospital.

A Polícia Civil também foi informada sobre a morte e expediu as guias de perícia e remoção do corpo no hospital. A autoria e motivação serão investigadas pela Delegacia de Homicídios (DH/BTS).

Em entrevista à Record TV Itapoan, um representante da PM revelou que criminosos atiraram para o alto em comemoração à passagem de ano e um dos tiros atingiu a fisioterapeuta.


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.