Exclusivas

Mulher baleada em frente ao Campo Santo foi morta por ex-marido envolvido com tráfico, diz leitor

Segundo denúncia, homem não aceitava novo relacionamento da vítima

Mulher baleada em frente ao Campo Santo foi morta por ex-marido envolvido com tráfico, diz leitor
Foto: Google Street View

Luciene Silva dos Santos, a técnica de enfermagem de 34 anos que foi morta a tiros, no último dia 4, em um ponto de ônibus do Cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, teria sido executada pelo ex-marido. A informação foi passada ao Bahia 190, com exclusividade, por uma pessoa próxima à vítima.

Ainda de acordo com o denunciante, o suposto autor do crime tinha passagem na polícia por tráfico de drogas. Ele teria assassinado Luciene por não aceitar a nova relação da mulher com um outro homem que, segundo o leitor, não possui envolvimento com o crime.

Além disso, o piloto da moto que levava o suspeito de executar a técnica de enfermagem também tem passagem pela polícia.

O B190 entrou em contato com a Polícia Civil para mais informações sobre o caso, mas até a publicação desta matéria, nada foi respondido.

Caso

Luciene foi morta quando estava acompanhada do filho, de apenas sete anos. Inicialmente, foi dito que a mulher foi morta em uma tentativa de assalto, mas a versão foi desmentida por leitores e denunciantes do B190.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi abordada por dois homens a bordo de uma moto, que pediram o celular dela. No momento em que Luciene fazia a entrega do aparelho, foi baleada três vezes, uma delas, na cabeça.

Luciene era moradora do Alto das Pombas, na região próxima ao local do crime. O filho dela foi levado para a casa de um tia.


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.