Polícia

Fundador do PCC morre de Covid-19 em hospital penitenciário

De acordo com a polícia, 'Geleião' era o último fundador vivo do grupo criminoso

Fundador do PCC morre de Covid-19 em hospital penitenciário
Foto: Divulgação

Um dos fundadores do Primeiro Comando da Capital (PCC), José Márcio Felício, o ‘Geleião’, morreu por complicações da Covid-19 nesta segunda-feira (10), no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário, na cidade de São Paulo. Geleião, que tinha 60 anos, estava internado desde o dia 9 de abril para tratar a doença.

Segundo os dados do serviço penitenciário paulista, Geleião estava preso desde 1979 na Penitenciária Orlando Brando Filinto, na região de Itapetininga. O traficante foi acusado e condenado por cometer outros crimes dentro da prisão, como ordenar ataques e assassinatos de agentes das forças de segurança, fazendo com que sua pena fosse estendida.

Geleião foi um dos responsáveis pela fundação do PCC nos anos 90, e chefiou a facção de dentro da cadeia por aproximadamente 10 anos. Segundo policiais ouvidos pelo G1, ele era o último fundador vivo do grupo.


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.