Polícia

Feira de Santana: Homem morre após criminosos dispararem cerca de 100 tiros em sua direção

Apesar da grande quantidade de tiros, maioria dos tiros não atingiu a vítima

Feira de Santana: Homem morre após criminosos dispararem cerca de 100 tiros em sua direção
Foto: Central de Polícia

Um homem, que ainda não foi identificado, morreu após cerca de 100 tiros serem disparados contra ele e sua casa. O crime aconteceu por volta das 4h desta quinta-feira (20), dentro da residência da vítima, localizada na Rua Ipanema, Conjunto Planolar, distrito de Humildes, em Feira de Santana.

Em entrevista ao site Acorda Cidade, o delegado encarregado do caso, Luís Smyslov, afirmou que o local não tem câmeras de monitoramento e que, provavelmente, mais de uma pessoa tenha praticado o crime.

“A polícia esteve no local do crime ao fazer o levantamento cadavérico e nas investigações preliminares, nós percebemos que o local não tem câmeras de monitoramento. Fica próximo da BR-101 e provavelmente foi mais de um executor, no mínimo dois ou três, com vários disparos contra a vítima”, afirmou.

De acordo com o delegado, apesar de cerca de 100 tiros terem sido efetuados, a maioria não atingiu a vítima. “Foram muitos disparos, seria algo em torno de 100, mas a vítima não foi atingida com todos esses disparos, acreditamos que eles começaram a disparar do lado de fora da residência e nem todos os disparos pegaram na vítima. O rapaz, possivelmente estava se defendendo, se escondendo dos disparos, já que eles estavam do lado de fora da casa”, explicou. O homem foi ferido no ombro, mão e cabeça.

Os autores do crime, de acordo com o delegado, não conseguiram arrombar a porta principal e, por isso, precisaram utilizar uma cetera para ter acesso ao interior da casa.

“Eles tentaram arrombar a porta, mas estava fechada, a proteção era grande, então eles conseguiram ter acesso por uma cetera, adentram a residência e executaram o rapaz. Observamos que o local não tinha muitos objetos, então o objetivo era mesmo a execução. Ainda é cedo para identificar a motivação, mas estamos verificando todas as situações, mas aquela região, o local que ele morreu é conhecido como ponto de vendas de drogas e junto com ele, encontramos também uma balança de precisão e drogas”, concluiu.

O corpo do homem e o local do crime foram periciados pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.