Polícia

Facção impõe toque de recolher em Castelo Branco

Segundo leitores, medida foi tomada por conta de traficante morto na localidade de Pela Porco

Facção impõe toque de recolher em Castelo Branco
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Leitores do Bahia 190 denunciaram um toque de recolher no bairro de Castelo Branco, em Salvador, na noite desta terça-feira (23). De acordo com um denunciante, o caso aconteceu por conta da morte de um suspeito de tráfico de drogas durante uma ação da Polícia Militar. Comércios foram fechados e casas foram trancadas por volta das 19h.

Ainda não há confirmação sobre qual facção teria determinado esse toque de recolher, mas usuários compartilharam supostas publicações feitas por pessoas envolvidas com o crime. Uma delas, vinda de um integrante do BDM, afirma que o toque de recolher não foi promovido pelo grupo. “Venho deixar claro pra população que esta calúnia de toque de recolher no bairro de Castelo Branco não surgiu da nossa facção BDM. Estamos aqui para manter a paz no bairro, o respeito e a ordem”, diz o texto.

Apesar de moradores relatarem o toque de recolher, a Polícia Militar afirmou que policiais da 47ª CIPM fizeram rondas na região mas não constataram qualquer “anormalidade”, contudo, o policiamento foi reforçado na região.

Traficante morto

A morte do traficante, que causou o toque de recolher, ocorreu durante uma trocou tiros com policiais na localidade conhecida como ‘Pela Porco’, em Castelo Branco. Ele foi baleado e chegou a ser socorrido para o Hospital Eládio Lassere, em Águas Claras, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a PM, com o traficante foram encontrados: um revólver calibre 38, com cinco munições deflagradas e uma intacta; uma mochila contendo um caderno de anotações; R$ 11 em espécie; 39 trouxas de maconha; 45 pinos de cocaína; e 108 pedras de crack prontas para o consumo.


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.