Polícia

‘Caso Atakarejo’: Traficante líder do Boqueirão ameaça moradores que filmaram execuções

De acordo com investigações, 'Fadiga' foi o responsável pelo tribunal do crime

‘Caso Atakarejo’: Traficante líder do Boqueirão ameaça moradores que filmaram execuções
Foto: Reprodução/Redes sociais

O principal suspeito de ordenar a tortura e morte de Bruno e Yan Barros da Silva, tio e sobrinho que foram entregues ao tráfico do Nordeste de Amaralina após roubarem carnes do Atakarejo, já tem nome confirmado na Polícia.

O responsável por executar o tio e sobrinho seria Rafael Assis Amaro Nascimento, conhecido como ‘Fadiga’, uma das lideranças do tráfico do Boqueirão, na Santa Cruz, território dominado pela facção Comando da Paz (CP), filial do Comando Vermelho (CV). As informações são do jornal Correio.

Com filmagens feitas por moradores, que mostram a tortura e execução dos dois jovens, Fadiga começou a ameaçar os autores dos vídeos para que as imagens não se espalhem.

As investigações da Polícia Civil apontam que Fadiga teria sentenciado à morte Bruno e Yan desde o mês passado, quando os dois teriam tentado cometer o furto nas proximidades do complexo, o que é proibido para evitar a presença da polícia. 

De acordo com o jornal, o criminoso tem acesso livre às lideranças da facção, Claudio Bandeira, Leandro P, Trovão e Pai Pequeno.

Fadiga responde a sete processos no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), dos quais, um foi instaurado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e outro pelo Departamento de Polícia Metropolitana (Depom). 


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.