Polícia

Alegando serem policiais, homens matam ciclista no Dique do Tororó

Vítima estava falando com a namorada por telefone no momento do crime

Alegando serem policiais, homens matam ciclista no Dique do Tororó
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um ciclista de 24 anos acabou morrendo ao ser baleado enquanto passava pela região do Dique do Tororó na noite de quarta-feira (1º).

A vítima, identificada como Rodrigo Castro, que faria aniversário na terça-feira (7), foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos. A suspeita é de que ele tenha sido vítima de um latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, já que a bicicleta dele foi levada.

Conforme testemunhas, o crime foi cometido por dois homens, que abordaram Rodrigo alegando serem policiais. No momento, a vítima estava falando com a namorada no celular.

“Ele estava com um fone de ouvido e a gente foi conversando durante todo o percurso. Chegou em um momento do percurso, em que eu ouvi as pessoas que chegaram nele, eu não sei o porquê, falando: ‘polícia, polícia, polícia’. Eu cheguei a achar, logo de primeira, que fosse uma abordagem normal. Só que aí houve o disparo”, contou a companheira do rapaz ao g1.

“Quando eu ouvi o disparo, a última coisa que ele me disse foi: ‘ai, amor. Tiro, tiro, tiro’. Aí acabou, ele não falou mais, ele me respondeu, mas a ligação continuou, porque não desligou. Eu continuei falando com ele: ‘Amor, pelo amor de Deus, me responda, fale comigo, Rodrigo’”, completou.

Sem retorno do namorado, ela ligou para a mãe dele e pediu para que ela fosse até o Dique procurar Rodrigo. A companheira do homem foi até o hospital, mas já encontrou o namorado sem vida.


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.